Cadastre seu e-mail

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Maldades a parte!


Eu insisto em acreditar no ser humano! Eu deveria ter aprendido que as pessoas não são verdadeiras... Quando Lennon disse Nada é Real, muitos acreditaram, talvez até ele mesmo, que estivesse falando de Quântica!

A grande verdade é que não é só física, estamos falando de pessoas, não esse conjunto de átomos que toma diferentes formas, mas a parte que não conseguimos espalhar pelo espaço - a honra das pessoas também não é real.

Quantos sorrisos, quantas doces palavras eu ouço todos os dias. Quantas adagas escondidas e prontas para atacar. Que atitude miserável alguém invejar outro. Não existe inveja boa, o que é bom é admiração.

Já fui acusada de muitas coisas, mas nunca de invejosa, eu me sinto tão bem comigo mesma que acabo não percebendo os olhos maldosos e o punhal na manga. Sou totalmente cega nessa hora e só consigo perceber quando tudo se torna tão evidente que até uma criança reconheceria. Otária!

De uns tempos pra cá, resolvi que não daria a segunda chance para ser atacada, porque sou daquelas que se importa, que não dorme, que precisa conversar até esgotar o assunto para poder não sofrer de dor de estômago – infelizmente nunca consigo ficar sossegada se descubro que fui traída em minha confiança.

Eu não sou inocente, longe disso, mas nesse quesito sou o exemplo vivo da Terceira Lei de Newton. É eu sempre reajo!

A grande verdade é que não quero mudar, porque não sou fria, não sou calculista. Eu me importo, eu não finjo, posso até não ser real, mas sou verdadeira.


......................................................................Livia Ulian