Cadastre seu e-mail

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

O Louco!


Primeiro aprenda a tocar flauta! Fácil? Difícil? Então tente qualquer outro instrumento, pois Guildenstern não sabia e creio que Rosencrantz também não.

Posto isso, conversemos sobre as coisas inúteis, e claro que tudo é útil para alguém, porém nem sempre são as pessoas no “interlóquio”.

Lord Henry Wotton era um bom interlocutor, por vezes monologava, ouvido por uns e escutado por outros. Nada tão desgovernado quanto o reino da Dinamarca, nem definitivo como as covardes reflexões que nos ascendem a Dorian ou realistas a ponto de superar Alice Ozy, somente as mesmas nulidades que nos acompanham até e desde o Iluminismo.

Uma questão me persegue, seria Voltaire um zoroastriano de Bactras? Zadig ou Cândido, ainda não sei! Pode ser que Sinuhe já o soubesse tempos antes ou mesmo o sorumbático Lestat. O mal é que a arte é longa e a vida é breve!

Será que já chegamos ao meio dia? Ou já somos a dolorosa vergonha para o super-homem? Diga-me: Em qual carta do Tarot?

O assunto então:
_ Que tal lhe parece aquilo que é a única coisa que não faz parte do ciclo do carbono?

................................................................Livia Ulian

Nenhum comentário: